Recent Visitors

Seguidores

Translate

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

AGRADA-ME...
Regina Bertoccelli
 
 
 
Agrada-me deitar na areia,
arquitetar meus sonhos,
ver ruir os pesadelos...
Aqueles tristes pesadelos,
que se transformaram em doces sonhos,
depois que juntos nos deitamos na cálida areia...
 
 
Agrada-me o marulhar das ondas,
o voo insinuante das gaivotas,
as pegadas deixadas...
Depois, olhando as pegadas deixadas,
apreciando o voo das gaivotas,
quedamo-nos absortos, acompanhando o vaivem das ondas...
 
 
Agrada-me a brisa suave,
o cheiro da maresia,
os pés na areia macia...
Nossos corpos marcados na areia macia,
o gostoso odor da maresia,
enquanto soprava a matinal brisa suave...
 
 
Agrada-me as horas ociosas,
as cores do arrebol,
a paz sentida...
Depois do amor, a paz sentida,
esperamos a chegada do arrebol,
vivendo gostosas horas ociosas...
 
Regina Berttoccelli
Marcial Salaverry
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar!