Recent Visitors

Seguidores

Translate

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Cesta de Natal



poesias e reflexões


A cesta natalina de meus sonhos
Pode até ter panetone e espumante,
Mas seguindo o bom velhinho risonho,
Inclui outros presentes importantes!

Junto com os doces e chocolates,
Deve haver carinho e muito amor,
Além de jóias de muitos quilates,
Como a saúde e a paz do Criador!

Minha cesta natalina terá também,
Muitas lembranças e merecida gratidão,
Com cuidado de não esquecer ninguém!

Vou enviá-la a filhos, netos e irmãos,
Aos amigos, vizinhos e mais alguém,
A quem já ofereci alma e coração!

Que Papai Noel e Menino Jesus sejam justos e premiem suas boas ações nestes e nos próximos festejos de Natal e Ano Novo!

Poema de  Luiz Alberto Martins da Costa.

Toledo – Paraná – Dezembro de 2014

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Celebrando a aspirante PAZ

poesias e reflexões


Caixas de tamanhos diversos,
  cores mil, 
 laços bordados em todos os extremos, 
 Vitrines com cenários Natalinos,
 com o verde acenando a esperança 
 Rumo à vidas sem dores e guerras 
 As fitas dos presentes se desembrulham,
  caem livremente, 
como na dança de um corpo ritmado
  O espírito do amor baila pelos ares,
  exalando a pétala da bondade  
Suave e profunda, 
 acaricia os rostos embriagados pela desilusão 
 Os espinhos são contemplados por olhares profundos 
 Mesclam-se nas pétalas que formam pedaços de flores 
 Unidos em só canção
  Nas vozes trêmulas de anjos
  Gotejam a alma faceira 
 De um mundo mais harmônico
 Celebrando a aspirante PAZ.

fonte: http://www.mensagenscomamor.com

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Quero-te Amor!!

poesias e reflexões



De uma forma inexplicável,
De uma maneira inexorável,
Nesta noite quente meu amado,
Preciso estar presa nos teus braços.

Noite quente sem o teu carinho,
Eu sinto a ausência mais intensa,
Sonho em tê-lo preso no meu ninho
Para amá-lo envolvido em meu delírio.

É minha loucura sem pecado,
Meu amor sem mistério e liberdade,
Estou rendendo-me a crua realidade.

O encontro do meu corpo com o teu
Será de uma intensidade alucinante,
Nossa nudez amante, embriagante.

(MÁRCIA ROCHA)
Darlene Alves....(",)
Blog da Darlene Alves

Eu Carrego Você Comigo!!

Eu carrego você comigo

poesias e reflexões


E. E. Cummings

Carrego seu coração comigo 
Eu carrego no meu coração
 Nunca estou sem ele 
Onde quer que vá, você vai comigo
 E o que quer que faça 
Eu faço por você
 Não temo meu destino
 Você é meu destino meu doce
 Eu não quero o mundo por mais belo que seja
 Você é meu mundo, minha verdade
. Eis o grande segredo que ninguém sabe.
 Aqui está a raiz da raiz
 O broto do broto e o céu do céu 
De uma árvore chamada VIDA
 Que cresce mais que a alma pode esperar ou a mente pode esconder
 E esse é o pródigo que mantém as estrelas á distancia
 Eu carrego seu coração comigo
 Eu o carrego no meu coração.
Fonte: http://www.mensagenscomamor.com




quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Amor!

poesias e reflexões


Amemos! Quero de amor
Viver no teu coração!
Sofrer e amar essa dor
Que desmaia de paixão!
Na tu’alma, em teus encantos
E na tua palidez
E nos teus ardentes prantos
Suspirar de languidez!

Quero em teus lábio beber
Os teus amores do céu,
Quero em teu seio morrer
No enlevo do seio teu!
Quero viver d’esperança,
Quero tremer e sentir!
Na tua cheirosa trança
Quero sonhar e dormir!

Vem, anjo, minha donzela,
Minha’alma, meu coração!
Que noite, que noite bela!
Como é doce a viração!
E entre os suspiros do vento
Da noite ao mole frescor,
Quero viver um momento,
Morrer contigo de amor!"
Álvares de Azevedo

fonte: http://ultra-romantismo.blogspot.com.br

terça-feira, 7 de outubro de 2014

Sonhos e Realidade!!

poesias e reflexões

Sentir a felicidade

poesias e reflexões


Manoel Bandeira

Se queres sentir a felicidade de amar,
 esquece a tua alma.
 A alma é que estraga o amor.
 Só em Deus ela pode encontrar satisfação.
 Não noutra alma. Só em Deus - ou fora do mundo.
 As almas são incomunicáveis. 
Deixa o teu corpo entender-se com outro corpo.
 Porque os corpos se entendem, mas as almas não.

fonte: Mensagens com amor

terça-feira, 30 de setembro de 2014

Os Sonhos - Débora Marques de Oliveira


poesias e reflexões

São imagens distorcidas 
Para alguns até muito nítidas 
Pensamentos que desejamos 
Sentimento oculto que lamentamos 

É melhor acordado sonhar 
Ou de olhos fechados ao repousar? 
Não consigo esta questão responder 
Acho que importante mesmo é bons sonhos ter 

O que me fascina quando sonhamos 
É que por um instante até acreditamos 
Na realidade do sonho que é ilusão 
Que nos deixa nostálgico entusiasmando o coração 

Sonhar é necessário sempre 
Mesmo que no outro dia você não se lembre 
Mas no inconsciente o sonho descansa 
Aguardando a sua realização sorrateira e mansa 

O sonho às vezes é a vontade da alma 
Que aparece na vida para nos trazer a calma 
Ou até mesmo para nos dar o prazer 
De simplesmente bons momentos viver

fonte: http://poesiasmaispoesias.blogspot.com.br

Os Ombros suportam o Mundo!! Carlos Drumond de Andrade

poesias e reflexões


fonte: As delícias do saber

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Amor Platônico



Era um amor platônico.
 Um morava na lua, 
o outro em qualquer lugar do espaço que fosse distante o bastante para não poderem se tocar.
 Trocavam olhares apaixonados,
 tremiam ao som da voz do outro, 
suspiravam em sonhos acordados.
 Anos sonhando com aquele que seria o encontro de suas vidas, 
mas que jamais aconteceu.
 Talvez tenham se perdido entre uma história e outra,
 mas sempre voltam a se olhar,
 de longe e com o mesmo desejo de sempre,
 porque têm a mesma alma,
 só nasceram em lugares diferentes.

fonte: sentimentos em frases



terça-feira, 16 de setembro de 2014

Onde pus meu coração?

poesias e reflexões


O coração agora 
pulsava mais,
porque você chegava 
de repente,
e era para mim como 
um sol quente...
desses que na pele se 
amalgama, 
e faz sentir a vida 
ainda
mais emocionante.

Teu rosto então me 
buscava
e um lindo sorriso 
já nascia,
como um milagre 
da alegria
em que emergia 
meu sentir
antes que tudo se 
esvaísse
como uma nuvem 
passageira.

Em mares até eu 
pensava
e você como gaivota 
nele voando,
como se tudo fosse 
tão real,
pois o que eu de ti 
imaginava
nem sempre era 
o que você
com certeza podia 
imaginar !

Um alaúde perto 
tocava
mostrando searas 
antigas,
e nessa algaravia 
de sons
a vida, quase como 
uma réstia,
naufragava em pura 
luz irradiante
e que agora apenas 
mostrava-me
um caminho de 
voltas mil.

Ah...então olhei o 
céu anil...
e mergulhei como 
num funil
nesse teu olhar 
indiferente,
onde por mais que 
quisesse fosse.
sol quente não 
mais havia,
mas uma noite ainda 
mais quente
em que teus braços 
buscavam
a ufanante satisfação 
da mais pura páixão !

E de novo me perguntei 
atònito:
Nossa !!! Onde pus meu 
coração ?

Acaso... na tua paixão ?

Cássio Seagull

Teus Olhos




poesias e reflexões



Se teus olhos 
falassem, 
como falam...
difícil seria uma 
resposta
que pudesse
mostrar meus 
sentimentos,
pois quando
a paixão é um 
despontar,
nada mais
é possÍvel no 
tempo segurar.

A beleza surge
em teu belo corpo
como anunciando
dias de lindos sóis,
neste calor que se 
sente...mesmo em
tua ausência.

Então cerro meus
olhos nos teus...
e como numa mágica
meus lábios te 
buscam nas distâncias 
todas e sinto dentro de 
teu ser que a tua 
felicidade ainda mora 
dentro de mim.

E que não te esqueci !

Cássio Seagull

terça-feira, 19 de agosto de 2014

Que linda Você....E nossa..Paisagem!!



Agora passavam as 
árvores,
como se fosse um 
desfile de cores,
pois jequitibás 
e jacarandás floriam
deixando 
pelo caminho minhas 
lembranças tão 
recentes e belas.

Troncos pareciam 
nossos corpos 
amantes
e sorrisos eram 
todas as flores
que iam esparzindo 
beleza,
onde antes nada 
mais havia.

E nosso abraço 
agora era um convite
para que o amor
se desmanchasse 
todo num vórtice 
inexpugnável
de vontades já todas
queridas.

Um vento então 
passou
e o arvoredo 
moveu-se
para mostrar suas 
vozes,
como um cântico 
natural
no qual folhas, 
como vestes,
iam deixando suas 
ramas.

O chão estava todo 
coberto,
como um tapete de 
flores que o vento 
desmanchara
para que nós dois nos 
amássemos
ali mesmo...
em profundo querer,
onde o amor 
e a paixão juntavam
nossos desejos 
mostrando a força
desse idílico querer 
de amantes.

Nossa...essas árvores 
tão lindas
e você mais linda 
ainda....
princesa...e flor de 
meu destino.

Que linda você !!!
E que linda 
essa nossa paisagem !!!

Cássio Seagull

Na Tua Chama, eu...Vou voando...



Falam tanto do 
tempo passado
e de ventos feitos 
de ventanias,
mas me recruto 
a mim mesmo
quando em ti 
penso amar-te
assim como a uma 
flor e seu botão.

Correm as ideias 
como corcéis,
desses que agitam 
carrosséis
sem que se tenha 
mais à mão
um olhar desses 
feitos de ti
e que mostram juras 
nessa reta da lonjura.

Cada um com o 
seu efervescer
e as mãos sempre 
mais querendo
nessa busca 
inesgotável da 
paixão
que se aprimora 
em nosso corpo 
a corpo...
nesta aventura de 
desejos sem fim.

Hum...meu amor...
teu canto me chama
e é assim como 
irresistível chama.
E você bem sabe...que 
no meio de todo esse 
arvoredo intrincado 
é que quero dividir 
teu coração no meu.

Hum...me chama
meu amor...
na tua chama...
que tudo quer

Que vou
voando...
jazinho !

Cássio Seagull

Como sempre foi...E Será!!



A tarde já havia deixado 
as luzes
e se entregara à noite 
iniciante,
salpicando aqui e ali 
os últimos
revérberos de um dia 
de meio-sol,
mas que trouxera 
alívio àquele frio
que rondava...querendo 
pegar-nos.

Aviões, de repente, 
passam em frota
sobre esta casa,
numa nova rota
que nunca antes 
haviam passado,
mas que agora 
passam 
roncando forte
e deixando detrás 
seu rastro poluidor...
que se acrescenta ao 
tráfego intenso
que rumoreja mesmo 
num domingo.

Mas...esquecido dessas 
coisas todas,
todo meu ser se abstrata 
dessa realidade,
mesmo quando recordo 
quedas de aviões
que muitas vezes são até 
inexplicáveis...
e que nos deixam muito 
pensativos...
pois estamos num tempo 
de puro hiato.

Ah...esses atos...esses atos....
que nem sempre 
coadunam-se com fatos...
e que me levam até todos 
os desideratos imprevistos ! 

Então acalmam-se todos 
meus pensares
que se juntam a outros 
infindos pesares
e penso em você...
porque assim me renovo
já que teu ar de princesa 
sempre me alegra
e em mim traz aquela 
paz mais derradeira
que pode em apenas 
breves minutos
fazer vibrar tudo aquilo 
que somos um no outro.

Passa mais um avião, 
dessa vez rugindo...
e que importa, meu amor,
se você está aqui?
E nos teus braços posso 
até me esquecer
que este mundo existe 
do jeito que está ?

Sabe amor...nada pode 
impedir nosso amor.
Nem que o mundo vire 
de ponta cabeça...
porque até sei...linda...
mesmo assim...
de ponta cabeça vamos 
nos amar um montão,
como sempre foi e será, 
linda princesa,
que em mim... você 
sempre o amor e a paixão 
construirá !

Cássio Seagull

segunda-feira, 28 de julho de 2014

Você, é tão quentinha!!


Sentindo-me como 
um pinguim...
afasto de mim o gelo 
da janela,
porque você está 
para chegar
como a anja de meus 
melhores sonhos.

Na sala, crepita numa 
pintura

um inventivo e alto 
fogaréu
que todo o ambiente 
ilumina...
pois há cores que 
são labaredas
como as nossas assim,
meu amor.

Agora já nem te vejo 
como antes,
enquanto um violino 
cigano geme
num ritmo de marcado 
romantismo,
pois a noite está mais 
morna agora
e melhor do que um 
enregelante frio.

Ah...vem meu amor,
vem depressa 
matar essa saudade
e aquecer este coração 
que é teu...
Vem logo...meu amor.
Aqui está frio...muito 
frio...minha querida.

Que bom que você 
está vindo...pois me 
esquentará deste frio !!!

Hum...você é deliciosa 
e tão quentinha !

Cássio Seagull

terça-feira, 22 de julho de 2014

Nem Você mesma, Sabe!



Se não fosse o ontem 
de nós dois,
talvez nem existisse 
o hoje... cheios de nós, 
a borboletear os vazios 
de nossas alegrias.

E nem haveria tanta 
saudade,
porque meus braços te 
rodeariam
numa dança de desejos 
ardentes.

No entanto, mesmo no 
brilho da Lua,
existe em nós este amor 
inconcluso,
que no entanto... insiste 
platonicamente.

Varam então esses teus 
olhos nos meus
e dentro de você mesma 
eu te ouço, 
assim como um vento 
quente e passageiro.

Em meu rosto marcam-se 
nossos destinos,
pois não posso nem pensar 
na felicidade
de um abraçar-te cheio 
de repletos beijos.

Ah...diva...princesa de 
meu descaminho...
em que caminho um dia 
vou te encontrar ?

Se nem você mesma sabe...
meu amor !!!

Cássio Seagull

quinta-feira, 17 de julho de 2014

Só Você e..... Eu Contigo!



Hoje quero 
lembrar-me de ti, 
como um vento 
que é chegança 
e me desdobra 
inteiro em teu ser.

Sim...quero sentir 
a tua essência,
mais do que esse 
teu doce perfume ! 

Hum...que noite 
linda !
Vem amor..
Ajuste bem teu belo 
corpo no meu,
pois hoje quero 
perder-me em ti
e nos teus braços 
sentir-te inteira,
enquanto as estrelas 
brincam de piscar.

Sabe...
quando me faltam 
as palavras
eu nem me importo...
sabia ?

Hum...o que eu quero 
mesmo é você
toda livre...num voo 
intenso e apaixonante !

Ah...esse amor 
apaixonante !!!
Só você pode dar-me,
meu amor.
Só você ! Princesa
dos encantos mil.

E eu contigo, na 
saudade de sempre !

Cássio Seagull

Um docinho de Anja!



Num dia de muitos 
e muitos senões
a chuvinha não deu 
mesmo trégua,
e molhou muito 
a minha inspiração.

Mas então chegou 
uma bela anja
e com seu cândido 
olhar me disse:
não se preocupe 
meu querido poeta.

Amanhã será teu dia 
de inspiração,
mas por enquanto 
deite aqui comigo
que quero te fazer 
uns ricos agradinhos.

E então, um tanto 
surpreso, deitei-me
na primeira nuvem 
cinza que encontrei,
e ela, recolhendo as 
asas, deitou-se comigo.

Ela nem parecia uma 
anja...a bem da verdade,
pois eu a sentia 
mais como bela sereia
dessas que amam até 
no fundo do mar.

Ah..essa linda anja 
era super carinhosa
e amar como ela amava 
era meio raro, pois só 
de me olhar, eu já 
todo me desmanchava.

Mas no melhor de tudo...
acabei acordando
e muito contra a vontade 
é claro !

Hum...
Agora é uma outra 
realidade !

A chuva continua...
insistente...
molhando tudo...
tudo..tudo !

Até a lembrança 
de você, anja linda.
E teu jeito doce de amar...

Um docinho... um amor !
E agora só restam nuvens
acinzentadas...
e essa chuvinha fininha
interminável...

Dá vontade de rir, rsrs.
Não dá , anja ?

Cássio Seagull