Recent Visitors

Seguidores

Translate

segunda-feira, 28 de julho de 2014

Você, é tão quentinha!!


Sentindo-me como 
um pinguim...
afasto de mim o gelo 
da janela,
porque você está 
para chegar
como a anja de meus 
melhores sonhos.

Na sala, crepita numa 
pintura

um inventivo e alto 
fogaréu
que todo o ambiente 
ilumina...
pois há cores que 
são labaredas
como as nossas assim,
meu amor.

Agora já nem te vejo 
como antes,
enquanto um violino 
cigano geme
num ritmo de marcado 
romantismo,
pois a noite está mais 
morna agora
e melhor do que um 
enregelante frio.

Ah...vem meu amor,
vem depressa 
matar essa saudade
e aquecer este coração 
que é teu...
Vem logo...meu amor.
Aqui está frio...muito 
frio...minha querida.

Que bom que você 
está vindo...pois me 
esquentará deste frio !!!

Hum...você é deliciosa 
e tão quentinha !

Cássio Seagull

terça-feira, 22 de julho de 2014

Nem Você mesma, Sabe!



Se não fosse o ontem 
de nós dois,
talvez nem existisse 
o hoje... cheios de nós, 
a borboletear os vazios 
de nossas alegrias.

E nem haveria tanta 
saudade,
porque meus braços te 
rodeariam
numa dança de desejos 
ardentes.

No entanto, mesmo no 
brilho da Lua,
existe em nós este amor 
inconcluso,
que no entanto... insiste 
platonicamente.

Varam então esses teus 
olhos nos meus
e dentro de você mesma 
eu te ouço, 
assim como um vento 
quente e passageiro.

Em meu rosto marcam-se 
nossos destinos,
pois não posso nem pensar 
na felicidade
de um abraçar-te cheio 
de repletos beijos.

Ah...diva...princesa de 
meu descaminho...
em que caminho um dia 
vou te encontrar ?

Se nem você mesma sabe...
meu amor !!!

Cássio Seagull

quinta-feira, 17 de julho de 2014

Só Você e..... Eu Contigo!



Hoje quero 
lembrar-me de ti, 
como um vento 
que é chegança 
e me desdobra 
inteiro em teu ser.

Sim...quero sentir 
a tua essência,
mais do que esse 
teu doce perfume ! 

Hum...que noite 
linda !
Vem amor..
Ajuste bem teu belo 
corpo no meu,
pois hoje quero 
perder-me em ti
e nos teus braços 
sentir-te inteira,
enquanto as estrelas 
brincam de piscar.

Sabe...
quando me faltam 
as palavras
eu nem me importo...
sabia ?

Hum...o que eu quero 
mesmo é você
toda livre...num voo 
intenso e apaixonante !

Ah...esse amor 
apaixonante !!!
Só você pode dar-me,
meu amor.
Só você ! Princesa
dos encantos mil.

E eu contigo, na 
saudade de sempre !

Cássio Seagull

Um docinho de Anja!



Num dia de muitos 
e muitos senões
a chuvinha não deu 
mesmo trégua,
e molhou muito 
a minha inspiração.

Mas então chegou 
uma bela anja
e com seu cândido 
olhar me disse:
não se preocupe 
meu querido poeta.

Amanhã será teu dia 
de inspiração,
mas por enquanto 
deite aqui comigo
que quero te fazer 
uns ricos agradinhos.

E então, um tanto 
surpreso, deitei-me
na primeira nuvem 
cinza que encontrei,
e ela, recolhendo as 
asas, deitou-se comigo.

Ela nem parecia uma 
anja...a bem da verdade,
pois eu a sentia 
mais como bela sereia
dessas que amam até 
no fundo do mar.

Ah..essa linda anja 
era super carinhosa
e amar como ela amava 
era meio raro, pois só 
de me olhar, eu já 
todo me desmanchava.

Mas no melhor de tudo...
acabei acordando
e muito contra a vontade 
é claro !

Hum...
Agora é uma outra 
realidade !

A chuva continua...
insistente...
molhando tudo...
tudo..tudo !

Até a lembrança 
de você, anja linda.
E teu jeito doce de amar...

Um docinho... um amor !
E agora só restam nuvens
acinzentadas...
e essa chuvinha fininha
interminável...

Dá vontade de rir, rsrs.
Não dá , anja ?

Cássio Seagull