Recent Visitors

Seguidores

Translate

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Sinto que estou sozinha....


Tarde tão gelada!!
Ninguém em casa..
tudo vazio...
ouço musicas antigas,
no meu cd
me trazem tantas recordações
e tantas mágoas...
Por que me sinto assim,
tão só?


Lá fora, a chuva não para de cair
fina, fria e gelada...
eu tão pensativa,
tento fazer algo,
que não lembre tanta tristeza!

Sento em frente a Tv,
e não consigo me concentrar
na minha visão e em meus pensamentos,
só vejo, beijos e abraços,
carinhos e sussurros...


Cheia de emoção,
fico mais triste
tenho tantas vontades
e meus segredos
não posso conta-los...

Mas, quando o sol surgir,
certamente, eu estarei mais alegre
e terei esquecido essa tristeza,
e essa depressão,
misturada com as dúvidas
que quer surgir muitas vezes,
em meu coração...

Mas, o ponteiro dispara..
e meus olhos se enchem de lagrimas,

tantas promessas..

sofro como um cão, sem dono
sózinho na rua,

pegando chuva, sol,

pegando doenças e feridas...

Sinto que estou sozinha...

4 comentários:

  1. Mari,
    nosso coração tem destas coisas.
    Chora por lembranças boas e também pelas más.
    Mas apesar de tudo, desta solidão que as vezes nos abate, amanhã é outro dia e o sol nasce e a vida recomeça!

    bjus

    ResponderExcluir
  2. Quando nos sentimos sozinhos surge a grande oportunidade de avaliarmos nossas próprias atitudes e descobrirmos o porquê da solidão.
    Esse é um grande momento de nossas vidas,pois
    teremos de decidir como subsistir a esse sentimento de isolamento.E existe uma verdade:
    ninguém pode estar só pelo outro...já que não
    podemos transferir solidão a ninguém.Temos então
    que "entender" essa solidão.E a resposta está dentro de nós...e a solução nas novas atitudes a serem tomadas de maneira positiva e não pessimista.Todos gostam de festas...mas desconheço quem goste de velórios.Portanto,vamos encarar a vida de um modo positivo e de estar de bem com a vida.Beijos querida poeta...e até mais.

    ResponderExcluir
  3. poema muito reflexivo...
    a solidão quando "poetizada", nos faz ver as coisas de maneira diferente...

    abraços!!!
    http://cancioneirowilliamadriano.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Quantas vezes que temos tanta gente à nossa volta e estamos tão sós?

    Gostei do seu poema e também muito do seu cantinho...Parabéns.

    Vou regressar...

    Saudações poéticas do Porto-Portugal

    ZezinhoMota

    A Poesia do Zezinho II http://zezinhomota1.blogspot.com
    A Poesia do Zezinho http://zezinhomota.blogspot.com

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!