Recent Visitors

Seguidores

Translate

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

MÁGOAS DO CORAÇÃO


Quanta tristeza e revolta existe dentro de um coração magoado... Alguém que sofre por uma paixão não correspondida, é capaz de fazer as maiores loucuras para se vingar daquele que a desprezou.
Se a tentativa de vingança é justa ou não, não cabe aqui discutir. O que se deve ponderar, é que nenhuma atitude de vingança é racional, principalmente nesses casos de amor não correspondido, pois da mesma maneira que uma pessoa se apaixona por alguém, esse alguém pode não se apaixonar por ela. Em não havendo a reciprocidade de sentimentos, nada há para se fazer.
De nada adianta insistir, implorar, muito menos brigar. Se por um motivo qualquer não se conseguiu conquistar o coração de alguém... a única solução será esquecer esse alguém... procurar varrê-lo da memória, pois quanto mais ficar falando nessa pessoa, mais ela estará presente em sua cabeça, e mais dificilmente será esquecida.

A atitude mais lógica num caso desses, certamente será procurar esquecer quem não quis seu amor, e simplesmente continuar a viver sua vida normal.
Para esquecer uma mágoa de amor, nada melhor do que outro amor... ajuda a esquecer bem depressa. Poder-se-á argumentar que os amores não estão aí, à disposição, para serem colhidos.
Certo, mas se ficarmos apenas curtindo a "dor de cotovelo", e procurando descobrir maneiras para "ferrar" o culpado de nossa tristeza, será mais difícil ainda esquecê-lo.
Então o melhor é sair de vez de sua vida, e que esse alguém siga sua existência em paz.
Quanto mais tentativas fizermos para prejudicá-lo, mais estaremos mostrando o tamanho de nossa mágoa, e mais nossos inimigos estarão "curtindo" nossa infelicidade.
Uma atitude superior é o que se impõe. Estufar o peito, empinar o nariz, e ir em frente. Será muito mais fácil esquecer de tudo, e "curar" o coração magoado.
Um sábio provérbio oriental diz: "Um coração alegre não precisa de remédios".
Essa é a atitude mais sábia... Bola prá frente na vida. Outros amores virão. Se por acaso não vierem, o coração estando alegre, será muito mais fácil conquistarmos o amor que mais nos interessa, que é o amor próprio. Este é o maior amor que devemos ter e cultivar.
Sentimentos de ódio e de rancor só trazem dor e mágoa, e além disso, atrapalham a volta da alegria ao coração, e esta faz muita falta, não tenham a menor dúvida.
Não resta a menor dúvida de que esses sentimentos de vingança acabam por envenenar a alma, impedindo-nos de raciocinar com clareza, pois uma atitude violenta, sempre poderá gerar uma resposta idêntica, transformando o que seria um simples desentendimento, num campo de batalha, nunca trazendo bons resultados para quem quer que seja.
Sabendo acalmar nosso furor, poderemos pensar melhor, chegando facilmente à conclusão de que atitudes atrabiliárias não conduzirão a nada de bom. De que nos servirá ver o "inimigo" destruído? Nossa mágoa não estará curada com isso... pelo contrário, estará sempre presente na nossa idéia, enquanto arquitetamos planos maquiavélicos para derrubar outra pessoa.

Ora, o sol nasceu prá todos. Todos tem o mesmo direito à vida. Vamos deixar que cada qual viva sua vida, e vivamos a nossa numa boa, em paz, sem nos preocuparmos se fulano ou sicrano está bem ou mal . Curtamos nossa existência, vivamos em paz, que logo todas as mágoas serão esquecidas, e logo teremos "alegria no coração", não nos fazendo mais falta o amargo remédio da vingança.
Bem, com essa idéia na cuca e com muita alegria no coração, quero convidar todos os amigos e amigas a um brinde com a melhor das bebidas que existe... uma gostosa "Batida de Amor e Compreensão". Gostosa, e faz um tremendo bem para o coração e o espírito, não tenham a menor dúvida...

Numa noite tenebrosa, um homem foi detido por um indivíduo que, educadamente, lhe diz: Desculpe-me senhor... mas, teria a bondade de ajudar um pobre desgraçado que está com fome e desempregado, sem dinheiro nem outros pertences neste mundo, além deste revólver ?

Marcial Salaverry

2 comentários:

  1. AMOR NÃO SE PEDE...

    As mágoas podem ser muitas,
    mas a de um amor
    que naufraga e vai ao fundo
    deixa sempre
    marcas profundas.

    Cíúme em geral,excesso de
    zelos, carinhos
    excessivos,
    amor em demasia, podem de
    repente"sufocar" quem deles
    se alimenta.

    Amor não se pede...amor se
    oferece, dá-se.
    O amor não pode admitir
    exclusivismos
    quando se percebe que uma
    relação está mais
    prá lá de Marrakesh.
    Se um não quer mais seguir
    na relação
    deve buscar seu caminho
    para não magoar
    mais ainda seu parceiro/a.
    O amor deve
    fluir com tranquilidade e
    devemos crer nele.
    Faltando o amor e a paixão
    que lhe aviva...
    então melhor separar o joio
    do trigo.
    Senão não apenas um viverá
    mal...mas dois.
    Muito se fala de amor...mas o
    que mais se vê
    são discussões histéricas e
    uma
    falta total de compreensão
    do que realmente
    seja o amor.
    Amor não é só uma palavra.
    Amor é ação.
    E se esta for imperfeita,
    desfaz-se o sonho...Melhor
    então começar
    outro sonho...outro amor...
    mesmo até sabendo
    que poderá conduzir ao
    mesmo caminho.
    Do destino não sabemos
    nada mesmo.
    Portanto,se você não está
    satisfeito/a,
    então converse claramente
    o assunto
    e dê o xeque mate.

    Sofrer para quê?

    ResponderExcluir
  2. Lendo uma coisa ali e outra aqui, cheguei nesse post.
    Sua mensagem é linda e verdadeira.
    Mas como é difícil não sofrer por um amor não correspondido.
    Não falo no distúrbio da vingança, porque meu coração não tem espaço para isso, só mesmo a dor de não ser correspondida traz tristeza suficiente para não caber mais nada.
    Amei seu blog, seguindo aqui.
    Beijão e sucesso.

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!