Recent Visitors

Seguidores

Translate

terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Desejo-te!!



Eu desejo pra tua vida,a pureza do sorriso de uma criança. Eu desejo a beleza de uma linda manhã de sol. Eu desejo o frescor de uma pele de banho tomado e o sabor de um beijo bem dado.. Em 2014: Eu desejo uma sorte de bençãos que seja tão imensa,que não consigas se conter. Eu desejo a presença constante de Deus no seu dia-a-dia! Eu desejo o milagre da fé, a força da oração. Eu desejo as grandes realizações… das coisas grandes e pequenas… Eu desejo a sensibilidade, a emoção com as pequenas grandes coisas da vida! Eu desejo a doçura da poesia e a suavidade de uma canção. Eu desejo que você só deseje coisas boas pras pessoas ao seu redor. Desejo que em seu coração, não haja espaço para orgulho,inveja, rancor e vingança. Desejo que não faças tempestades em copo de água. Desejo que reencontre todas as virtudes que sei que possuis, mas que acabastes perdendo ao longo da vida. Desejo-te todas as coisas boas possíveis… O melhor do melhor! O melhor de Deus!

fonte:mensagenscomamor.com

sábado, 21 de dezembro de 2013

Natal no Céu!



Ventos que vão e outros
que vêm,
neste conjugar de um verbo

atemporal,
onde caímos como plumas
bem leves,
mas inexoráveis
sobre a terra prometida.

E se quero de ti algumas
palavras,
o vento vem...e as
desmancha todas,
como se fosse impossível
juntá-las
em palavras como : amor
ou paixão.

Rodam então as presentes
circunstàncias
buscando nos resvalões
quiméricos...a saída
deste labirinto complexo
em que só se caminha num
rumo a esmo.

Dedilho e solto meus
pensamentos
na esperança que em breve
acorde
esse agigantado perscrutar
de teu olhar
que se não posso ver,
ao menos intuo.

Fadas do olimpo...
eu as sinto aqui,
envolvidas no manto
dos pensares,
mas suas asas estão
todas em repouso,
porque talvez seja
pré-natal
também no céu.

Quem sabe, não ?
Cassio Seagull

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Amor Ativo!



Ativa é a palavra desta
tarde,
pois ela parece uma
lebrezinha
que não para nem ao
anoitecer.

Ela está feliz...porque
sempre foi
e muitas vezes isso
a confunde um pouco
quando percebe o que
acontece neste caos
universal.

Antes ela até lia o pesado
Estadão,
e no domingo ficava
fuçando tudo
e da página literária lia
de tudo...
desde crônicas até poesias
das mais sensuais.

Claro que ela não é mais
a mesma
e eu muito menos.
Os tempos mudam...
e tudo muda.
Vivemos hoje mais na
internet
do que visitando parentes
chatos
ou lendo pesados jornais.

Nisso ela vem com um
beijo molhadinho
todo cheio de emoções.
E esse beijo é como
se fosse um augúrio
de momentos que nem a
imaginação resiste.

Hum...teu beijo é sim
muito açucarado,
mas eu prefiro mais doce
do que salgado,
e então, assim, sem esperar
sequer um segundo,
seu beijo estala em minha
boca mais gulosa que a dela.

Ah...então eu vibro na
vibração dela
e o beijo avança...e quer
ainda mais...
e então...há entre nós um
estremecer...
que nenhum de nós pode
conter !

Um beijo ainda mais quente
acontece
e nos debruçamos no tempo
de amar..
Amar...amar...amar...
até o fim.
Que linda ela é assim
ativa !!!

Nunca...nunca ela perde
o fôlego, rsrs.
Never !!!

Cássio Seagull

Januária na Janela



Oh...Januária onde foi que
você se meteu
que não está mais na janela
e nem posso mais ver teus
belos olhos ?

Mas ela nem quer saber
de nada mesmo
e nem na janela mais fica,
porque cansou
de ver a multidão passar
e olhar para ela e sempre
dizer : você é linda, viu?

Agora ela fica só detrás
da cortina
e gosta de olhar o movimento
dessa rua que a sente sua...
como se estivesse nua.
A mesma rua de sua infância,
onde com os meninos
jogava bolinha e sempre
ganhava,
porque era a mais esperta.

Ah...Januária...vem...fica
de novo na janela,
e não esconda mais teu
belo rosto.
Voce sabe que a vida passa
num só passe !
Então vem até essa tua
grande janela.

Sabe? Você sempre vai
ser a Januária...se ficar na
janela...e encantar
meus olhos...no encanto de
teu olhar !

Ah...Januária...vem na
janela...como antes....
Sabe...eu nem te conheço,
como gostaria,
mas te admiro muito,
pois tua beleza é minha
doce ilusão !

Vem Januária...
abra a janela...abra...

Cássio Seagull

Abissal Amor!




Mesmo que o crepúsculo
seja breve,
ainda deixa no céu aquele
voo pássaro
que se alinha no horizonte
deste anoitar...
buscando o rumo das
estrelas.

A Lua se alvoroça...e surge
antes do tempo
só para que você soubesse
que não te esqueço,
mesmo quando você é
apenas você mesma
e distraída de nosso amor.

sábado, 7 de dezembro de 2013

Você, toda vestida de Luzes...




Não vá tu...e nem me
deixes ir,
porque a roda de nossa
magia
não pode ser feita de
nostalgia.

Abraça-me como se
fosses noite
e me ame como se fosses
um forte nó,
pois em meu peito
não te quero só.

E depois, quando as aves
voarem,
fique em mim apenas
de soslaio
para que te recorde
como flor de maio.

Ah...essas coisas que
sempre soam
com aqueles alaridos
mais graves
em ti percebo no dar-se
sem entraves.


Agora meu amor vem...
pois já cheguei
e meus passos você até
pode ouvir
para de mansinho teu
coração se abrir.

Ah... essa tua paixão
que se expande toda,
como um
festival de muitas luzes.
Hum... que não se
apague o que luzes.
Urzes...urzes !

Você... toda vestida de
luzes !

Cássio Seagull

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Nem Tudo, é sempre Ilusão!

Hunn...Ela Sempre quer.....mais...



Com seus desejos meio
acordados
ela me encontra envolto
em lençóis
e sonhando com suas
claras vontades.

Ela tem dentro dela
a espera certa
daquele momento que
possa eclodir
quando o tempo vier
e disser um sim.


Então saberei que será
o momento
de tê-la em meus braços
já carentes,
além daquele sorriso
nunca ausente.

Agora a longa espera
de uma paixão
que se arvora como um
cipreste rijo
que os ventos mais fortes
não derrubam.

E então ela chega e me diz:
vem...que é agora.
Então eu vou...naquele corpo
instigante
e sua boca que era espera...
logo me beija
loucamente...freneticamente.

E suas mãos ansiosas...
grudam nas minhas
e me apertam...querendo...
querendo...
Nossa !
Murmurejam seus lábios
rubros..de prazer !

E ela apenas diz...vem que
a noite é nossa...
E eu vou...de novo...recordar
aquele corpo,
senti-lo...até toda a pele
estar arrepiada.

Ah...esses ais....
Hum...ela sempre quer
mais, mais e mais !!!

Cássio Seagull

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Você, Minha Doce Ilusão.....



Reverberantes as estrelas 
chegavam
como se fossem nascendo 
uma a uma
enquanto tua suave paixão 
chegava
para completar esta festa 
estelar.

Ah...essas festas...você sabe... 
não ?
Nossos olhares que são gentis 
convites
para momentos tão breves 
e intensos
onde o coração se dilata...
querendo sempre mais.

Soa então um violino e logo 
um trompete
que nos leva a uma furtiva 
viagem astral
em que teu rosto até poderia 
ser uma Lua
iluminando esse universo 
tão misterioso.

Ah...meu amor...se as estrelas 
falassem !
Você saberia que em ti me 
lanço todo
para sentir em tuas curvas 
meus desejos
cobrindo os teus...na ardência 
de nosso olhar.

Você Diva...que até nos 
céus alcanço...
pois no nosso amor a paixão 
ilimita-se num crescendo...
de inabaláveis segredos
aos quais a vida se entrega 
ufanante.

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Teu Sorriso....e...Nossa Paixão!!!



Antes mesmo dela 
chegar
chegava o seu bonito 
sorriso
que ela dizia ser 
ancestral
e que não sabia o
porquê
de já ter nascido 
sorrindo.

Então eu beijava seu 
sorriso
que em nossos lábios 
ardentes
se desmanchava logo 
para o prazer
desses que nada pode 
segurar.

E íamos com tudo,
de uma só vez,
até que de novo ela 
voltava a sorrir
toda contente e me 
apertando todo
naquele peito cheio 
de fortes desejos.

Era incrível como 
eu me sentia nela
percebendo até seus 
estremecimentos
e que se juntavam 
aos meus arrepios,
que iam levantando 
pelos do corpo todo.

Como era bom estar 
com essa bela mulher
que sabia do prazer 
tirar todo proveito
e que em mim deixava 
as ânsias todas
que ia sentindo como 
fios de Ariadne.

Hum...amor...você sabe 
do que eu gosto.
Hum...amor...e eu sei 
do que você mais gosta.
E então...amor...?
Vem...

Já não posso mais 
esperar tantas horas !
Já não vivo sem você...
e teu lindo sorriso.
Vem amor...vem !

Cássio Seagull

sábado, 30 de novembro de 2013

Olha só..o que você faz...Meu Amor!!



Ainda que pouco eu 
saiba de ti,
mesmo assim...você 
é uma surpresa
com esse teu olhar de 
diva apaixonada.

E sei que nas estrelas 
há respostas,
porque é nelas que te 
encontro
toda brilhante e vestida 
de cores.

Você chega de mansinho 
apenas,
e com tua fina varinha 
mágica
engasta-me em teu belo 
coração.

Todas as outras estrelas
cintilam,
e no entanto...tua luz é a 
que me ilumina
bem dentro de meu 
coração !

Vem amor...vem como 
estrela-centelha,
e mova essa tua paixão 
toda em mim
para que te sinta...num 

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

A gente nem viu...Só Sentiu...


Nas faces soprava um 
vento frio,
enquanto ao longe se 
ouvia nítido
o crocitar de alguns 
pássaros negros
que passavam na 
despedida da bela tarde.

Sentados ali na pedra e 
junto ao mar
nossos cabelos iam voando 
sem querer,
pois agora se avizinhavam 
mais ventos
que não queriam mesmo 
recrudescer.

Fazia tempo que não 
sentávamos ali
tão perto de um mar 
que se agitava
lançando ondas cada vez 
mais fortes
sobre a branca praia 
quase deserta.

Era a força da natureza 
que se impunha,
mesmo quando suas mãos 
eu segurava
e nossos lábios se buscavam 
como ondas...
dessas que querem alcançar 
mais e mais.

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Tua Voz........ .Eu ....O U Ç O!



Erguem-se os naipes da 
orquestra com
o Choir de La Chapelle 
Royale 
numa exaltação de pompa 
e circunstância
de Jean Baptiste Lully...
da escola barroca.

A alma então desliza como 
num lago azul
e vai percorrendo caminhos 
inusitados,
onde as vozes juntam-se 
em linda harmonia,
deixando-me a pensar...
em toda a gênese humana.

Sinto-te então...mesmo 
daqui de longe...
como se fosses em mim 
uma voz permanente...
da qual meu ser se eleva
e te busca 
no percorrer deste destino.

As vozes...as vozes...todas 
as vozes...

sábado, 23 de novembro de 2013

O Amor...Nunca esteve Ausente....!



Corriam teus olhos 
com brilho de safiras !
Preso nas areias de 
meus sonhos
a nau da vida...erguia 
seu mastro.

E se perguntasse onde 
ela estava...
era fácil dizer num 
só instante:
estava em meu coração 
ainda ardente.

E nossa vida percorria 
saudades !
Umas que se queria 
muito sentir
e logo outras que o rés
do tempo apagara.

Mas eis que de repente
ela surge !
É como o ressurgir...
de um novo broto
que o vento abana nas 
escondidas cinzas !

E de novo...há um voo...
resplandecente.
E ela voa seu voo...numa 
canção que o vento entoa.
Ela se lembra...comove-se
e sente desejos.

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Real..é Você! Não é Amor?


Com uma saudade de 
idas e vindas
ela agora estava feliz 
e mais alegre,
pois seu coração 
precisava de alegria.

Não lhe importava tanto 
a nossa breve ausência,
já que era também bom 
sentir saudade
daqueles momentos 
de nosso pé ante pé,
porque tínhamos medo 
até de tanta volúpia.

terça-feira, 19 de novembro de 2013

Eu Quero....Você...Assim..!


Pudesse eu parar o tempo quando seu sorriso se faz diante dos meus olhos.
 Você é como um dia repleto de cores; um vento fresco; uma chuva fina; o cantar solto de um pequeno pássaro e tudo de bom que meus olhos podem contemplar.
 Você é único e será infinitamente único. 
Que bom que existimos.
 Que bom que posso tocar sua mão, seu rosto, seu corpo...
 Que bom que os dias não são iguais e as horas não nos fazem sofrer
. O tempo passa, a vida acontece e nossos sentimentos são plenos
 Eu quero ouvir sua voz me dizendo das coisas simples e dos sonhos ainda não realizados.

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Estrela Cadente - Video com a musica Sonho de Amor, onde a letra fala de uma ¨Estrela Cadente¨




Havia muitas estrelas no 
céu escuro,
quando um cometa cruzou 
a imensidão
e atraiu nossos olhos que 
caíram com ele.

Ela então me apertou a mão 
e disse:
Amor...o que eu sou para 
você ?
Sou uma estrela ou um cometa 
cadente?

E então lhe disse: você pode 
ser os dois.
Pode ser um cometa de 
luz intensa
e pode ser uma estrela 
bem brilhante.
De qualquer modo você 
sempre será estrela.

Ah...mais eu prefiro ser 
a tua estrela
que é mais permanente no céu...
você não acha ?

Claro, amor que eu acho...
o que você
escolher eu sempre concordarei.

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

A Paixão é linda mesmo!



Agora todas as linhas 
juntam-se
e você e eu somos um 
só novelo
como se vida fosse feita 
de um par
e nossos ímpetos ímpares 
nem existissem.

Olhe....estremeça logo 
em meu peito,
pois o que você mais anseia 
eu sei...

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Destinada!




O destino te trouxe pra mim
 Como o mar traz uma concha do mar
 Como a onda quebra na praia
Você quebrou em mim.
  Não há mais o que fazer
 Estava escrito você me encontrar

terça-feira, 12 de novembro de 2013

¨Amor Complicado ¨



Eu não aguento mais....
 O nosso amor é complicado
E infelizmente 

 não correspondido
Eu amo-te mas não sou amado
O meu coração está perdido

Eu penso em ti todo o dia
Como seria estar ao teu lado
E enquanto escrevo poesia
Mostro o quanto estou apaixonado

Eu quero amar-te eternamente
Nunca na vida vou desistir
E queria tirar-te da minha mente
Mas não te consigo resistir


És uma dama de beleza sem fim
És alguém que eu vou sempre lembrar
Tu serás sempre uma parte de mim
Até ao dia que alguém me matar

Tu podes nunca me aceitar
E pela tua decisão, eu tenho respeito
Mas só quero ter o prazer de te olhar
Desde a hora que acordo.
Até á hora em que eu me deito.

Uma certeza tu podes ter
Eu nunca te vou esquecer
Para sempre te vou lembrar
Eternamente te hei-de amar
Até ao dia em que eu morrer

Antonio Augusto Batista dos Santos

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Louco Amor!





Fazíamos o louco amor
como condenados à morte
a que tudo torna permitido
no suspense voraz
dos segundos a finarem
na última rodada
das longas facas afiadas.

Fazíamos o louco amor
sob a tensão brutal
do profetizado apocalipse
à beira do quarto do motel.
Daí porque tantas fogueiras, 
daí porque tantos relâmpagos

* Por Talis Andrade

fonte: http://pbondaczuk.blogspot.com.br/

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

De teu brilho, jamais me esquecerei!



Com a suavidade de um 
noturno de Chopin
ela foi chegando e 
trazendo suas vontades
todas prontas...para nossa 
noite de puro amor.

E no céu a Lua era agora 
testemunha,
e com seu brilho intenso,
holofoteava 
em nós aquela paixão 
que parecia até ancestral.

Nada era possível fazer 
senão entregar-se
a esses momentos em que 
tudo era belo
como um poema de amor...
nas entrelinhas.

Ah...linda...vou comprar 
um binóculo
para te achar nestas noites 
cheias de encanto,
pois quem sabe entre as 
estrelas...
ainda te ache sorrindo 
para mim.

Não demore...não demore...
meu amor !
Vem ser minha estrela...
nesta linda noite,
pois de todas você já sabe...
você é a única.

E de teu brilho eu nunca me 
esquecerei...
Jamais...

Cássio Seagull

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

P.S: Apaixonada



Apaixonar é sentir o perfume da pele
Numa distância que a saudade não suporta
Apaixonar é achar graça
Mesmo quando nossos nervos querem ceder ao orgulho
Apaixonar é adorar os defeitos
vê-los como parte do corpo que nos atrai

Apaixonar é querer se entregar
Até quando não podemos
Apaixonar é aquecer a alma com um beijo
é cobrir os sonhos com um abraço
Apaixonar é acordar todos os dias
e ter a certeza de que é real ou simplesmente
permanecer nos sonhos e não ter certeza

Sentir-se completo e inquestionavelmente feliz
Até mesmo com problemas, sabendo que temos
Um apoio, um amigo, um amante.
Bem... Isso já é amor.

Paixão é uma droga doce e alucinante
Amor é a cura
fonte: http://www.amoresaudade.com/
Autor: Luana A. Costa

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Aturdido Amor!


Aturdida, ela se sentiu 
perdida,
mas seu impressionado 
coração
mesmo assim... estava 
querendo.

Lascivo era esse breve 
momento
em que a surpresa diz : 
Nossa !
Eu nunca poderia 
imaginar isso,
mas que estava desejando,
estava.

É difícil compreender 
esse todo
quando a voz embarga 
palavras
e o coraçao saltita 
com emoções ardentes.

Ah...amor...eu sou mesmo 
emocional,
mas vem aqui que te dou 
aqueles cheiros
e ainda te cubro de meus 
beijos quentes. 

Hum...está bem...eu vou...
meu amor...
você sabe que sempre me 
apressarei
para chegar a esses teus 
lábios rubros.
Afinal, eu adoro você,
mesmo aturdida.


Cássio Seagull