Recent Visitors

Seguidores

Translate

sábado, 21 de dezembro de 2013

Natal no Céu!



Ventos que vão e outros
que vêm,
neste conjugar de um verbo

atemporal,
onde caímos como plumas
bem leves,
mas inexoráveis
sobre a terra prometida.

E se quero de ti algumas
palavras,
o vento vem...e as
desmancha todas,
como se fosse impossível
juntá-las
em palavras como : amor
ou paixão.

Rodam então as presentes
circunstàncias
buscando nos resvalões
quiméricos...a saída
deste labirinto complexo
em que só se caminha num
rumo a esmo.

Dedilho e solto meus
pensamentos
na esperança que em breve
acorde
esse agigantado perscrutar
de teu olhar
que se não posso ver,
ao menos intuo.

Fadas do olimpo...
eu as sinto aqui,
envolvidas no manto
dos pensares,
mas suas asas estão
todas em repouso,
porque talvez seja
pré-natal
também no céu.

Quem sabe, não ?
Cassio Seagull

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar!