Recent Visitors

Seguidores

Translate

quarta-feira, 30 de abril de 2014

Nossa!!! Te Adoro Demais...

inteiro só pra você


Há uma brecha 
no tempo
e que me leva 
até teu jeito
de me fazer ficar 
contente,
mesmo sendo 
apenas em simples
vontades.

E se eu digo: 
eu te adoro
nem é apenas 
por dizer,
mas por querer-te 
demais,
e saber que esse
amor
é como um belo 
brocado
que reluz desse 
nosso querer.

Mas ...sempre 
existe um mas...
quando se quer 
algo mais,
e que não se pode 
mesmo ter,
pois a vida como 
um rio, corre,
corre e corre...
deixando apenas 
tênues vestígios
de um querer 
quase impossível.

Então se eu mato 
a saudade...
logo, de novo, 
a saudade volta
e lá estou eu...
ensimesmando
desejos que voam 
a esmo,
pois não há nada 
de real...
apenas algo que é 
só um ideal.

Esse de estar 
contigo...inteiro...
só para você...

Hum...só para 
você...
meu amor!

Cássio Seagull

terça-feira, 29 de abril de 2014

Caminhos...Sempre caminhos!!!

olhar fagulhas

Há algumas fagulhas 
em teu olhar
e no indiviso de nosso 
maior querer
uma ponte longinqua 
se descortina,
onde nossos passos 
se combinam.
Mas nada posso 
saber 
de teu caminho,
pois caminhos sempre 
fazem caminhos,
e nossos passos 
amortecem nossos 
desejos...
que se infiltram no 
mais fundo de nosso
ser ou não ser.
Ainda que tudo possa 
parecer maravilhoso
há em ti 
aquela dúvida desse 
todo atirar-se
pois olhando-se de 
um íngreme penhasco
a vida parece uma 
nuvem feita de sonhos.
É quando soam as 
trombetas 
anunciadoras de um 
amor que ao longe 
se descortina,
você chega impávida,
e mesmo no improviso 
da dúvida...teu olhar 
você me lança.
Então em mim 
tudo efervesce,
quando nos meus 
braços 
você se lança !
Ah...essa dança...
que em mim
tudo balança !
Hum...e com que 
pujança !!!
Cássio Seagull

quinta-feira, 24 de abril de 2014

Perdidos de Tanto Amar!

perdidos de tanto amar


Vinham os dentes 
todos 
querendo dar-me 
uma mordida
e como bola de tênis 
escapo
desse teu querer tudo,
mesmo inesperado.

Ela me olha como 
loba mansa, e nem sei 
se é de desejo ou 
de extrema paixão,
mas tenho 
de reconhecer que 
sua voz é suave como 
um vento outonal.

As folhas caem...uma 
detrás da outra,
e numa relva mais 
macia que travesseiro
reúno meus 
pensamentos amorosos,
pois se em ti penso,
logo...
estou perdido.

Sim meu amor...logo 
estou perdido.
Perdido de tanto te 
amar,
apesar de sentir dentro 
de mim
que teu olhar e tuas 
doces vontades
nunca serão minhas,
mas de um destino 
apagador de ilusões
e que faz crescer...
apenas...
o meu olhar no teu,
que nem sei tudo 
o que diz,
pois contigo
sinto-me aprendiz
em meu amante amor.

Ah.. você quer mais...
eu te dou mais.
Toda a minha paixão.

Aceite este bombom
Rocher.
Você quer ?

Nãooooooo....
Eu quero você.

Hum...e agora ?

Cássio Seagull

quarta-feira, 16 de abril de 2014

Doce Fantasia!!

floresta em quietude


A floresta estava 
em quietude
e uma luz aparecia 
ao longe
anunciando a tua 
chegada.

Você estava vestida 
de longo
todo branco e feito 
de fantasia,
enquanto eu 
te buscava ansioso.

Tua voz então ouvi 
ao longe
e depois teu violino 
sensual
que me mostrava 
o caminho do amor.

Teus passos...
despertavam aves 
noturnas presas 
à noite
e uma coruja em ti
pousava 
olhando-te com seus
grandes olhos.

Finalmente, 
a vi diante de mim,
abraçada ao teu 
violino 
protegido como 
um bebê
dormindo o sono 
de um 
mundo irreal...
de sonhos.

Teu beijo chegou 
manso...
nos meus lábios,
que povoados 
de desejos, 
te queriam inteira...
como numa fantasia 
de mágicos poderes.

E então me entreguei 
a tua excelsa beleza
e teu corpo sedutor 
abriu-me as vontades
e o desejo de em ti 
depositar meus anseios.

Ah...essas fantasias...
Ah...essas noites...
Você de branco toda 
vestida...voltando...
com meu olhar em 
tuas mãos !

Essas que um dia 
beijei...
na doce fantasia 
em que feliz me 
entreguei !

Cássio Seagull

Quem bom é Sonhar Contigo!!

estrelas

Ao olhar todas essas 
belas estrelas
senti-me no espaço 
da pura abstração,
pois é assim 
que hoje me sinto.

Por detrás de uma 
réstia luminosa
perdi meu olhar 
sem mais resposta,
enquanto mais 
estrelas se acendiam.

O mundo então me 
pareceu um recorte
de um tempo que nem 
pude assistir...
assim como nem pude 
imaginar existir.

Queria um beijo amante,
nas recebi um suspiro,
pois na vida...
suspiros podem ser doces
e depende muito 
de qual seja o contexto.

No final...um gato mia 
na vereda
e uma coruja pia seu pio 
surdamente
fazendo-me voltar 
a uma excelsa realidade !

Penso nela como uma 
eternidade.
Fecho os olhos...em 
pura dormência
e apago a realidade 
de cadentes estrelas.

Depois acordo...de novo 
em meus sonhos...
e te encontro repleta 
de sorrisos,
com teus olhos 
brincando de alegria.

Hum...sempre será 
bom
sonhar contigo !!!

Cássio Seagull 

Eclipse do Amor!!


meus sentimentos, eclipse, amor


Tão contíguo estou 
em teu beiral
que dele voam 
meus sentimentos
enviados por aríetes 
do passado,
e que de mim exigem 
a tua lembrança.

Farto-me então de 
meu destino
que me trouxe você 
toda airosa
em meus desvairados 
desejos
esparsos sobre teu 
véu carmim,
onde embarafusto 
o meu querer.

Você até ri contente 
dos desatinos,
pois em nós... eles são 
conjugados
em todos os tempos...
neste aqui-agora
que se junta ao 
inverossímil prazer
de apenas com os 
olhos nos saciarmos.

Salte amor...salte...
esse nosso abismo
e caia em meus braços, 
sem crenças,
mas repleta de muitas 
esperanças,
pois em ti me perco 
em teus passos
que se agigantam...
nessa tua paixão.

Esses desejos já 
todos inconfessos,
mas que são nossos,
como matizes
de um tempo 
de coloridos modos,
onde a vida 
no mais belo se busca
e no seu olhar...
todo se desmancha.

Vida !!! 
Vem...meu amor
vem viver a vida,
mas sem ida...
sem ida.
Apenas
vinda
Ah !
Cássio Seagull

terça-feira, 8 de abril de 2014

Águia Triunfal!!

frágil pombinha


Agora ela queria ser 
águia,
ao invés de uma frágil 
pombinha,
e com poder de mudar 
seu destino
e alçar seu voo de forma 
triunfal.
Logo... passava a ouvir 
prelúdios
esses pré-ludus....feitos 
de desejos
e que lhe envolviam o 
corpo inteiro.
Agora ela voava...
estendia suas asas
e o prelúdio tomava 
as rédeas sonoras
que a faziam sentir-se 
no ímpeto da águia
buscadora de meu ser
para seu bel prazer.
Agora, nos tatames 
de minha paixão
ela pousava com suas 
garras afiadas
querendo a satisfação
digna das deidades.
Meus sentidos a 
buscavam e a queriam
como essas 
suas asas que sabiam 
voar
e alçar belo voo numa
sinfonia triunfal.
Mas tudo era um 
prelúdio...
e tudo começava
na ardência de seus 
desejos insaciáveis
que em mim deixavam 
fundas marcas.
Marcas de um tempo de 
sensualidade
em que nem mais nada
se podia esperar,
exceto a chegada da 
águia, gulosa por 
excelência...
e que, cravando as 
garras em mim,
ainda amorosamente 
me dizia:
Eu te amo...não vê ?
Ah...e se eu nao a via...
em compensação...
Como a sentia 
na carne !!!
Cássio Seagull

Alguém me Chama!!!




Volteando como 
andorinhas azuis,
iam e vinham nossas 
impressões
feitas de olhares 
e de meiguices.

No entanto, havia 
algo inexpresso
naquele olhar que 
queria levar-me
aos idos de seu 
passado,´pois
dele, esquecer-se 
não podia.
Era forte demais.

Foi então que a senti 
num profundo suspiro,
como se ela fosse um 
pássaro aninhado...
feliz e radiante por ter 
seu ninho bem macio.

A vida então se lhe 
passa, como num jogo
em que não se sabe 
se é possível ganhar,
porque perder está 
sempre à espreita.

Olhos partem...olhos 
chegam...
e na absoluta algaravia 
do destino
nem os braços posso 
ou devo cruzar.

Alguém me chama...
sim... alguém,
e sei que é ela...
e sei que é ela,
porque de longe 
já sei que é ela !

Hum...dona de meu 
coração
já sei que é ela ! 
E ela sabe também.

Cássio Seagull

Folhas de Outono

tempo


Ando tão a flor da pele,
Que todas as minhas emoções estão fora de controle,
Agora cada fato,
Cada ato parece mais marcante,
Valorizo cada momento vivido entre as pessoas que amo,
E gostaria de ter o poder de congelar o tempo,
Só para não perdê-las,
Confesso que essa sensação é um tanto quanto devastadora,
Como explicar que estou sentindo saudades de pessoas que sempre estão tão próximas?
Como explicar que minha mente viaja no tempo,
E refugia-se num passado feliz onde todos estavam vivos,
Assim como minhas lembranças que além de vivas, são únicas e intocáveis.

Sei que isso é uma fuga para não aceitar o presente e o breve futuro,
Que nos distanciará ainda mais,
É difícil aceitar que as pessoas vem e vão deste mundo como as folhas de outono,
Tento buscar compreensão,
Tento aprender uma nova lição a cada dia,
Talvez eu devesse aprender a controlar  mais minhas emoções,
Mas não consigo!
Ando tão a flor da pele
Que desaprendi o que aprendi,
Com a mesma facilidade que não aprendo a controlar mais nada.

Ando tão a flor da pele,
Que aprendi a chorar para libertar-me da saudade,
E essa saudade inexplicável verte-se em lágrimas,
E essas lágrimas saudosas de futuras perdas,
Deixam-me cada vez mais distante de qualquer explicação,
E mais próxima das folhas que vem e vão do outono..
Vanessa P. Sperchi
 http://www.escritoradeartes.com

quinta-feira, 3 de abril de 2014

Humm..Esse Outono, essas Folhas!!



Algumas folhas
de outono
caíam lentas em
meu rosto
acabado de sair
de um
verão tão quente
quanto
esse nosso querer
do amor.

Mas de repente...
erro meus passos
e caio na real,
pois nada pode
mais mudar
este nosso destino
amoroso
que se debate
em desejos
neste outono todo
dourado.

Caem mais folhas...
ao vento
e um frio outonal
envolve-nos
e você e eu...nos
abraçamos
para sentirmos
essa chama
que ainda fagulha
e crepita
como se fosse no
passado,
quando nosso amor
mal florescia.

Sim...eu te quero
sempre...
e você sabe bem...
mesmo
quando me engano
e meu caminho se
descruza
de ti....com palavras
nada tuas.

Hum...esse outono...
essas folhas !

Esses meus enganos...
e esse meu amar-te
tanto
como princesa de
meu destino...
mesmo quando meu
coração dividido
ainda
a ti te busca.

Hum...esse outono...
essas folhas !!!

E você apenas
me olhando,
estranhando
e dizendo:
tá bom...
Mesmo assim
eu te adoro !

Cássio Seagull

terça-feira, 1 de abril de 2014