Recent Visitors

Seguidores

Translate

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Louco Amor!





Fazíamos o louco amor
como condenados à morte
a que tudo torna permitido
no suspense voraz
dos segundos a finarem
na última rodada
das longas facas afiadas.

Fazíamos o louco amor
sob a tensão brutal
do profetizado apocalipse
à beira do quarto do motel.
Daí porque tantas fogueiras, 
daí porque tantos relâmpagos

* Por Talis Andrade

fonte: http://pbondaczuk.blogspot.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar!