Recent Visitors

Seguidores

Translate

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

OLHOS CASTANHOS OS DELA...





Nem sabíamos o que estava
acontecendo,
mas as estrelas iam caindo
do zodíaco sul,
enquanto se ouvia uma grave
sinfonia de Schumann.
Ah...esses teus olhos que ontem
eram verdes,
hoje são tão castanhos quanto
uma castanha !

Ah...The Essential...hummmmm...
I believe...

Tudo nela me buscava nesta
madrugada ardente,
mas eram seus olhos que mais eu
via brilhar...
pois o amor havia chegado
trazendo a intensa paixão.

E então ela me deu a mão...
abriu suas asas
e passei a vagar naquelas
constelações todas
para encontrarmos aquela que
fosse a certa
aquela que fosse só nossa
nosso lar estelar.

Havia em nós aquela fome
ardilosa do querer
que ia num crescendo
alimentando a noite fria
até um momento em que um
milagre já era esperado.

E tudo aconteceu...enquanto
seus cabelos me
cobriam como uma noite de
mágica reverberação,
em que nossos bólidos corpos
se encontravam.

Ah meu amor...Ah noite de estrelas
tão cadentes.
Ah meu amor...nós já sabíamos...
o que queríamos
nos momentos em que nossas
mãos se tateavam,
como se na noite mais escura nosso
amor acendesse.

Que belos momentos esses...você
minha musa das estrelas..
Olha lá...nossa constelação é a
do Cruzeiro do Sul...

Então ela olhou e me beijou...
e a noite terminou
no átrio de sua voraz paixão !!!
 
-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o
Autor : Cássio Seagull - 02-08-11 em SP
cseagull2@hotmail.com
-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar!