Recent Visitors

Seguidores

Translate

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Seu Vestido Branco Cai...









Avançavam as nuvens percorrendo
o céu e
iam céleres como que apressadas
naves,
enquanto um vento frio me batia
no rosto.

Então ela chegou me enrodilhando
todo
como sempre fazia quando queria
amar
mais do que já me amara em seu
coração.

Ela era tudo: meu anjo e meu
demônio,
e podia migrar se uma insólita e
dura raiva
para a languidez de um carinho
sem fim.

Agora ela me aninhava todo de
uma só vez...
Ah...minha linda pássara
só porque sabia
que eu a amava demais
Hum...essa minha saudade feita
de paixão !

E em meus sonhos sempre ela
estava ali,
pronta para que em sua ardência
eu me desse inteiro,
e sempre como ela mais queria :
com o máximo prazer.
Agora ela está lá e aqui...

toda pronta para o amor
Seu vestido branco cai...como
se fosse o de uma vestal
pronta para entrar no Olimpo.
Sou atraído pelo seu belo e
aberto sorriso.

Frágeis voam meus versos em
seus descobertos seios
e ela num só
debruçar...me mostra toda a
arte do amar.
Neste mar...neste mar...neste mar...
que é o amar...

Sabe...meu amor ?
Para nós nao existe o desamar...
mas apenas amar..amar...amar.
Vem amor..vamos navegar.
-
o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o
Autor : Cássio Seagull - 03-08-11 em SP

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar!