Recent Visitors

Seguidores

Translate

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Só Matando...A saudade!



As vezes ela me abate como um pássaro em pleno voo


que com um tiro certeiro seu canto não mais entoa

surpreendido que sou por uma ausência que embora a muito eu sinta

fico relembrando o pássaro que já não voa

com isso aprendo mais uma lição que a vida me ensina
valorizar menos as coisas e muito mais as pessoas...

ouço sozinho a melodia que ao seu lado eu ouvia


meu coração acelerava quando da janela do meu corpo eu lhe via

em pensamento o passado novamente eu vivia

mas te abraçar nesse momento era tudo que eu queria

me aquietar ao teu lado ouvindo as palavras que dizias
seria mais que um sonho que o tempo me trazia...

mas a vida segue por seus diferentes caminhos
que as vezes nos surpreende sem permitir retornar
pois não há atalhos e nem mesmo um jeitinho
nenhuma placa na estrada à sua presença indicar
não sei se estou longe ou se falta um pouquinho
mas sigo cada dia sonhando um dia poder lhe abraçar...

lembro-me quando de sua presença disfarçadamente eu fugia


coisas de menino com medo da peraltice que fazia

mas o tempo passou mostrando que a única coisa que valia

era ouvir a sua voz a própria sabedoria

hoje depois que o tempo passou deixou coisas que eu não sabia
que tenho tantas coisas no mundo mas era você que eu queria...

o vento trouxe dele o jeito sisudo a brisa o sorriso dela


se completavam nas diferenças, da vida não reclamavam

viveram um para o outro em cenas de vidas tão belas

passaram por tantos problemas, mas nunca desanimaram

viver modesto e sem aparências, mas com muita felicidade
que filhos e netos testemunharam seguindo para eternidade...

por isso hoje abatido como o pássaro pelo flecheiro


sentindo a dor da saudade desde o tempo de menino

relembro momentos vividos e de tanto amor verdadeiro 

e meus filhos são o resultado do que aprendi e hoje ensino

que as coisas mais ricas da vida são frutos da simplicidade
e o amor é uma delas é a razão da minha saudade...

para mim hoje é um grande desafio pois de vocês jamais esqueço
embora tanto tempo tenha passado e eu já avançado em idade
pai, mãe as vezes penso tanto em vocês que sonho mesmo acordado
a dor da ausência é tão grande que me corta pela metade
mas sigo por Deus amparado para não cair com tropeço
e pra vencer a batalha diária é só matando...a saudade...

JL Moreira



Um comentário:

  1. Quanto sentimento, parabéns. Isso veio lá , bem lá do fundo do coração.

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!