Recent Visitors

Seguidores

Translate

segunda-feira, 24 de março de 2014

Só Porque te Vi!


Tudo estava suave, 
mesmo
entre os espinhos 
mais espinhudos,
pois nem sempre 
há painas
onde se possa 
descansar esta vida 
que sempre se agita.

Você bem que queria 
isso,
ou seja: esse conforto 
da paixão
onde braços sustentam 
volúpias
para o ensandecimento 
amoroso
que nunca entre nós é 
terminal.

Agora tenho de ler você 
um pouco,
já que tudo me parece 
a um romance
em que teus personagens 
estão à caça,
mesmo tendo se esquecido 
das espadas
que ainda ontem cruzavam 
teus ares 
e teu formoso peito.

Querer..querer...onde 
mais querer ?
Se tu me dás montanhas 
de carinhos
e braços apertados onde 
sinto prazeres,
quando teu corpo me 
enche de chamas,
essas vorazes...
que me lambem inteiro.

Ah.. inefável mulher...
que me inspira
e que corre em minhas 
veias... como versos
que pensados para ti...
logo todos se enredam !

Ah...deliciosa tarde...
só porque te vi.
E te senti.
Bem aqui.
Na nossa bela canção !

Cássio Seagull 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar!