Recent Visitors

Seguidores

Translate

quinta-feira, 1 de julho de 2010

Procura!


PROCURA

PROCUREI LOUCAMENTE A FELICIDADE,

E INTERMINÁVEL FOI O MEU REFÚGIO EM MIM MESMO

SABENDO QUE FOSTES

MERGULHEI EM MINHA CONCIÊNCIA

DELIRANTE E SOBERBO PRAZER

QUE TIVE EM MEUS SECRETOS SENTIMENTOS

PREPAREI O CÁLICE

E DERRAMEI EM MEU PEITO

UM SIMPLES E LOUCO REMORÇO

A FELICIDADE DENTRO DE MIM

QUE SERIA GARIMPADA

ENCONTREI, SEM MÁCULAS

E ARREPENDIMENTO...

 

(Cleber Batista)


Um comentário:

  1. Saudações!
    Amiga Ângela:
    Que Poema lindo...felicidade, meta suprema do homem na terra!
    Interessante e ela se encontra dentro do Eu do meu Eu. No Eu de todos nós!
    Parabéns pelo lindo Poema!
    Ótimo Post!
    Abraços,
    LISON.

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!