Recent Visitors

Seguidores

Translate

sexta-feira, 5 de abril de 2013

E eu que nem sabia!!





Num viés só, a tarde dobrava 
a esquina
enquanto algumas cores 
restantes
faziam-me pensar num 
fogo fátuo,
onde meu destino se cruzava 
com o teu.

Entrecortes de luz ...
esmaecendo no horizonte,
esse mesmo que ainda 
ontem 
cobria-se de nuvens... 
e logo daquelas gotas a 
escorrer pelo meu rosto
tingido pelo escurecer de
mais um dia.

Sim...eu estava muito 
atrasado 
em meus pensamentos,
e quase 
parecia nem mais pensar,
porque tudo 
estava acontecendo 
de repente,
mais depressa do que se 
podia imaginar !

Mas a noite estava 
completamente na dela,
como se existisse para 
mim e não eu para ela,
nesse indiferentismo 
estático 
de ser escuridão.

Hum...mulher da tarde...
nesta noite escondida, 
diga-me:
onde será que eu pus 
meus óculos...?

Ah..já sei...acabei de achar
e estão bem sobre 
o meu nariz !

Hum...e eu nem sabia !
Assim como eu não sabia 
onde você estava,
até descobrir-te diante 
de meu nariz.

Há coisas que não se enxerga,
meu amor.
E ela sorri...e ainda me diz
sorrateira :

Vem cá louquinho...vem.
Eu gosto de você mesmo assim...
quando sonha poesias
e se esquece de mim...
e de teu óculos sobre o nariz.

-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-
Autor : Cássio Seagull

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar!