Recent Visitors

Seguidores

Translate

sábado, 19 de outubro de 2013

Ela!!!!!!...Nuvem passageira.


De olhos abertos ela se 
redime de seu passado 
esquecendo-o na curva 
daquele caminho áspero,
pois é melhor esquecer 
do que sofrer.

Mas não consegue deixar 
o agreste
daquele povoar-se de 
espinhos
e sua vida...se prende à 
sua hermética solidão.

Olha o céu e até das estrelas 
duvida,
pois não acredita no que 
vê nascer
todas as noites diante de seu 
olhar.

Seu corpo ela até sente 
como semente,
pois lhe invade sem querer 
a paixão
que a faz transformar-se 
em princesa.

Há no fundo de si mesma 
um desejo,
desses que mesmo querendo 
não pode conter, 
pois seu coração orbita em 
um novo sentir,
antes coberto pela nostalgia.

Contente chega...e contente
parte
e seu rasto agora é de 
luz estival.
E nem sabe e nem mais 
quer saber
o porquê dessas mudanças 
inopinadas.

Perscruta o céu...
as estrelas são as mesmas...
a lua é a mesma,
mas percebe que mais se 
parece a nuvens 
num caminhar itinerante...
vagando em busca de 
novos espaços.

Ela... nuvem...passageira.
E mesmo assim sorri.
Está feliz assim.
Só quer amar...e ser nuvem 
num céu sem fim.
E dele...seu sonho...
apenas ouvir um belo sim !

Cássio Seagull

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar!