Recent Visitors

Seguidores

Translate

terça-feira, 8 de junho de 2010

Andorinha Passageira!




Ligeira,
Busque no horizonte uma resposta
Proposta perante nervos latentes,
E me traga urgente
Algo que seja dela,
Um perfume que esbarraste com tuas asas
No corpo de quem foste à me enlouquecer.

Andorinha passageira

Me traga,
Quem me esqueceste logo na carência
Entregue a demência e sem ciência,
Da lástima que vieste á fazer
Louco por ti, eterno sofrer!

Andorinha Passageira,
busque

Nem que seja dela um fio de cabelo
Que com zêlo eu acariciava até ela adormecer
Ou um vestígio da essência
Que revoltado admito perder

Andorinha,

vá e me traga em suas penas
Cenas que minha loucura apagaste
E como um traste vivo a adoecer
á morrer, à desfalecer
perecendo e remoendo dúvidas e respostas
Opostas á minhas vontades e verdades

Te espero então andorinha

Com um olhar no horizonte
Com um monte de esperanças perdidas
Ardidas,
Como o fogo que ainda aceso
Mantém viva, a Chama dessa paixão!!



(Cleber Batista) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar!