Recent Visitors

Seguidores

Translate

sexta-feira, 5 de julho de 2013

Um dia te Esqueço!



Raízes e radículas erguem 
a fronte,
neste céu azul desocupado 
de nuvens,
onde meus olhos neles se 
comparam
um tanto mais escuros...
e de olhares já gastos.

Não arrede não...e siga o teu 
destino, 
mesmo que nas tardes mais 
quentes
elas te encham de emoções 
quase vãs
e que se percam no colorir 
de um arco-íris.

Teus olhos agora querem...
depois não.
Teus sentidos querem...
depois não.
Tua paixão te excita ... 
depois não.
Diz que sabe o que quer...
depois não.

E entre sins e nãos...aviltam-se 
os ânimos...
que no final se cansam de tantas 
indagações,
e entregam-se de olhos fechados 
a um querer
que agora mesmo, no contexto,
já vira passado.

Esquece...esquece...que um 
dia também te esqueço...
como uma planta que se cansa 
do vaso
e quer mais espaço...para crescer 
e florir inteiramente.

Você sabe...sabe contar as tuas 
histórias...
e nelas me enreda..com teus fios 
de Ariadne.
Você nem percebe que estou 
junto à janela...
vendo-te...amando-te...
querento-te,
e por fim...calando-me.

E você apenas de longe canta 
e sorri indulgentemente.
Hum...hoje você mais parece 
uma Juriti !

Cássio Seagull 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar!