Recent Visitors

Seguidores

Translate

segunda-feira, 24 de maio de 2010

UM DOMINGO DE AMOR PIANÍSSIMO







Aquela estrela matutina não
é a minha paixão
neste momento indomável de
abissal desejo,
pois a minha estrela caminha
noctivando, 
para depois aurorear quando
a noite diz adeus.
Ah...pingam pingos como se
fossem sonatas
tocadas por um piano
acostumado ao estrelar. 
Salpicos de sons... no teu belo
corpo de bolero,
onde tuas pernas me enroscam
na tua paixão de tango,
que à meia luz...teus e meus
desejos se completam. 
Correm tuas mãos dedilhando
meu corpo ardente,
porque agora sou teu piano...
para que me sinta ser tua
escala em fá bemol maior...
desatino de teus sonhos. 
O piano está imóvel como esta
tarde de domingo,
e eu sei que você está lá e que
sou teu piano,
porque você teclando de
mansinho me encontra, 
nessa tua lembrança...já que
sou a tua dança,
que de nota em nota...rodopia
versos de sons.
Hum...sonoramente você está
tão bem meu amor !!! 
Neste impulso de teus sons,
meus lábios tremem,
e mesmo que tuas mãos alisem
apenas sonhos,
sinto as fantasias do sentir-te
amando... 
Hum...doces desejos de você 
neste hirto domingo.
Um domingo de te sentir em
mim bem pianíssimo.
Ah...teus dedos buliçosos e
eu...teu piano. 
Hum...que delícia...


piano,piano si va lontano !!! 


=o=o=o=o=o=o=o=o=o
Autor: Cássio Seagull

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar!